Acupuntura

Meridiano Baço/Pâncreas – Medicina Tradicional Chinesa (MTC).

Postado em

MERIDIANO BAÇO /PANCREAS
1. Yinbai (BP1): ponto Jin pertence ao elemento Madeira

Localização: no lado medial do dedão do pé; 0,1 tsun póstero-medial do leito ungueal.

Aplicação: agulhar, obliquamente, para cima, 0,1-0,2 tsun; para sangrar uma a duas gotas.

Indicações: distensão abdominal; diarréia; menstruação irregular; menorragia; insônia; distúrbio mental; sonolência; tendência ao sonho.

2. Dadu (BP2): ponto Ying pertence ao elemento Fogo; ponto de Mãe

Localização: no lado medial do dedão do pé, ântero-inferior da articulação do primeiro metatarso-falangeal, entre as peles escura e clara.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,3-0,5 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: distensão abdominal; eólica abdominal; lombalgia; gastroenterite; indigestão; constipação; cansaço do corpo.

3. Tabai (BP3): ponto Shu pertence ao elemento Terra

Localização: no lado medial do pé, póstero-inferior do joanete (na articulação do primeiro metatarso-falangeal), na linha da junção da pele escura e clara.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,3-0,5 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: gastralgia; distensão abdominal; eólica do intestino; indigestão; gastroenterite; disenteria; hemorróidas; artrite no pé; gota; lombalgia.

4. Gungsun (BP4): ponto Lo

Localização: no lado medial do pé; l tsun atrás da articulação metatarsofalangeal, na junção da pele escura e clara.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,3-0,5 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: gastralgia; dispepsia; inapetência; náuseas e vômito; diarréia; distensão do estômago e intestino; eólica abdominal; colite crônica; inchaço do rosto; gota; metatarsalgia; epilepsia.

5. Shangqiu (BP5): ponto Jing pertence ao elemento Metal; ponto de Filho

Localização: na fossa ântero-inferior do maléolo medial do tornozelo, do ponto de encontro das linhas das bordas anterior e inferior do maléolo medial.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,3-0,5 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: distensão abdominal; borborigmo; dispepsia; vômito; diarréia; constipação; icterícia; hemorróidas; dor no tornozelo.

6. Sanyinjiao (BP6)

Localização: 3 tsun acima do maléolo medial, na borda póstero-medial da tíbia.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,3-1 tsun; moxa, 15-20 minutos.

Indicações: distúrbios de estômago e pâncreas; distensão epigástrica; indigestão; falta de apetite; borborigmo e diarréia; distúrbios dos órgãos genitais; menorragia; dismenorréia; menstruação irregular; impotência; orquite; dor no pênis; aspermia; infecção urogenital; dor ou artrite na perna; inchaço na perna.

7. Lougu (BP7): ponto Lo

Localização: 6 tsun acima do maléolo medial, na borda posterior da tíbia.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,3-1 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: borborigmo; distensão abdominal; magreza; enurese; hérnia ingüinal; dor ou adormecimento da perna; frio na perna ou no pé.

8. Diji (BP8): ponto Xi

Localização: no lado medial da perna, 5 tsun abaixo do joelho, 3 tsun abaixo do ponto Yinlingquan (BP9), na borda posterior da tíbia.

Aplicações: agulhar, perpendicularmente, 0,3-1 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: distensão abdominal; falta de apetite; indigestão; diarréia; dismenorréia; leucorréia; hérnia ingüinal; aspermia; lombalgia.

9. Yinlingquan (BP9): ponto Ho pertence ao elemento Água

Localização: no lado medial da cabeça da tíbia; na depressão da borda póstero-inferior da tíbia; na linha inferior da tuberosidade da tíbia.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5-1 tsun.

Indicações: distensão abdominal; indigestão; eólica abdominal; diarréia; disenteria; edema; oligúria; ascite; dor gênito-urinária; micção noturna; menstruação irregular; dor na perna e joelho; furunculose na coxa medial; dor no cotovelo.

10. Xuehai (BP10)

Localização: 2 tsun acima da borda superior da patela, no lado do músculo vastus medial.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5-1 tsun; moxa, 10-20 minutos.

Indicações: menstruação irregular; menorragia; oligúria ou menorréia; infecção genital; urticária; furunculose na coxa medial.

11. Jimen (BP11)

Localização: 6 tsun acima do Xuehai (BP10), no lado medial do músculo sartório.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5-1 tsun; evitar a artéria; moxa, 10 minutos.

Indicações: dor no lado medial da coxa e ingüinal; dor na pélvis; hemorróidas; infecção genital; disúria; enurese; impotência; orquite.

12. Chongmen (BP12)

Localização: 6 tsun do ponto medial da borda superior da sínfise púbica, no lado lateral da artéria.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,3-0,7 tsun; evitar a artéria.

Indicações: dor ou inflamação nos órgãos genitais; leucorréia; orquite; endometriose; hérnia.

13. Fushe (BP13): ponto Xi de Tai Ying

Localização: 0,7 tsun acima do Chongmen (BP12) e 4 tsun no lado lateral da linha média vertical do abdômen.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,7-1 tsun; moxa, 15 minutos.

Indicações: eólica abdominal; diarréia; hérnia ingüinal; apendicite; distensão abdominal.

14. Fujie (BP14)

Localização: 1,3 tsun abaixo do ponto Daheng (BP15), 4 tsun na borda lateral da linha medial do abdômen.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,7-1 tsun; moxa, 15 minutos.

Indicações: dor de barriga periumbilical; hérnia; diarréia; apendicite.

15. Daheng (BP15)

Localização: na linha horizontal do umbigo, 4 tsun na borda lateral do umbigo.

Aplicação: agulhar 0,7-1 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: diarréia; eólica crônica; prisão de ventre; dor abdominal; paralisia intestinal; hiper-hidrose noturna.

16. Fuai (BP16)

Localização: 3 tsun acima do ponto Daheng (BP15), 4 tsun no lado da linha medial.

Aplicação: agulhar 0,7-1 tsun; moxa, 15 minutos.

Indicações: dor de barriga periumbilical; indigestão; constipação.

17. Shiduo (BP17)

Localização: no quinto espaço intercostal, 6 tsun no lado da linha medial.

Aplicação: agulhar, obliquamente, 0,3-0,8 tsun; moxa, 15 minutos.

Indicações: pneumonia; pleurite; nevralgia intercostal; hepatite; cirrose e ascite; disenteria; indigestão.

18. Tianxi (BP18)

Localização: no quarto espaço intercostal, 6 tsun no lado da linha medial ou 2 tsun no lado da linha do mamilo.

Aplicação: agulhar, obliquamente, 0,3-0,8 tsun; moxa, 15 minutos.

Indicações: nevralgia intercostal; dor no lado do peito; mastite; tosse; soluço.

19. Xiongxiang (BP19)

Localização: no terceiro espaço intercostal, 6 tsun no lado da linha medial.

Aplicação: agulhar, obliquamente, 0,3-0,8 tsun; moxa, 15 minutos.

Indicações: igual ao ponto Tianxi (BP18).

20. Zourong (BP20)

Localização: no segundo espaço intercostal, 6 tsun no lado da linha medial.

Aplicação: agulhar, obliquamente, 0,3-0,8 tsun; moxa 15 minutos.

Indicações: dor e distensão no peito; nevralgia intercostal; tosse.

21. Dabao (BP21)

Localização: 3 tsun abaixo da fossa axilar, na linha midaxilar no sexto espaço intercostal.

Aplicação: agulhar, obliquamente, 0,3-0,8 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: asma; pneumonia; pleurite; dor intercostal; dor no lado do peito; fraqueza e dor no corpo inteiro.

Meridiano do Estômago – Medicina Tradicional Chinesa (MTC).

Postado em

Meridiano Estômago
1. Chengoi (E1)

Localização: na pálpebra inferior entre o globo ocular e a borda do osso infraorbital, na linha vertical da pupila.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,3-1 tsun.

Indicações: conjuntivite; miopia; paralisia facial; hiperlacrimação.

2. Sibai (E2)

Localização: 0,7 tsun abaixo do Chengoi (E1), na depressão do forâmen infra-orbital.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,2-0,3 tsun.

Indicações: conjuntivite; pterígio; paralisia facial; espasmo facial; tique; dor de cabeça; tontura; trigeminalgia.

3. Juliao (E3)

Localização: no ponto de encontro entre a linha vertical da pupila e a linha horizontal da borda inferior do nariz, na fossa maxilar, abaixo do processo zigomático.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,3-0,5 tsun.

Indicações: paralisia facial; conjuntivite; hiperlacrimação; miopia; epistaxe; dor de dentes; trigeminalgia; inchaço no rosto.

4. Ditsang (E4)

Localização: 0,4 tsun, no canto da boca.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,2-0,3 tsun, ou horizontalmente na direção do ponto Jiache (E6), 1-2 tsun.

Indicações: paralisia facial; trigeminalgia; tique; hipersalivação.

5. Daying (E5)

Localização: na borda da fossa mandibular, em frente ao músculo masseter no lado da artéria.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,3-0,4 tsun, evitar a artéria.

Indicações: dor de dentes; inchaço do rosto; paralisia facial; parotidite.

6. Jiache (E6)

Localização: ângulo mandibular, no ponto inicial do músculo masseter.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,3-0,5 tsun, ou horizontalmente na direção do ponto Ditsang (E4), 1-2 tsun.

Indicações: dor de dentes; paralisia facial; parotidite; espasmo do músculo masseter; trigeminalgia.

7. Xiaguan (E7)

Localização: na depressão baixa da borda do arco zigomático, no lado anterior do processo condilóide e mandibular.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5-1 tsun.

Indicações: zumbido; dor de ouvido; dor de dentes; trigeminalgia; artrite do têmporo-mandibular; paralisia facial.

8. Touwei (E8)

Localização: 0,5 tsun acima da linha do cabelo, no canto súpero-lateral da linha do cabelo.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,3-05 tsun.

Indicações: dor de cabeça (frontal e orbital); hiperlacrimação; paralisia facial.

9. Renying (E9)

Localização: lado ântero-lateral do pescoço, na linha horizontal do processo da cartilagem da tiróide, na borda anterior do músculo esterno-clidomastóideo.

Aplicação: agulhar, 0,3-0,5 tsun.

Indicações: laringite; amigdalite; tosse, voz rouca; asma; hipertrofia da tiróide.

10. Shuitu (E10)

Localização: no meio da distância entre os pontos Renying (E9) e Qishe (E11), abaixo do Renying (E9), no lado anterior do músculo esterno-clidomastóideo.

Aplicação: agulhar, 0,3-0,5 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: faringite; amigdalite; tosse; asma.

11. Qishe (E11)

Localização: acima da clavícula na borda lateral do músculo esternoclidomastóideo.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,3-0,5 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: amigdalite; faringite; tosse; falta de ar; furunculose; rigidez de nuca; asma.

12. Quepen (E12)

Localização: fossa supraclavicular, na linha mamária acima da clavícula.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,3-0,5 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: asma; faringite; amigdalite; furunculose; bronquite; rigidez e dor na nuca; braquialgia; pleurite.

13. Qihu (E13)

Localização: borda inferior da clavícula, na linha mamária.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,3-0,5 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: asma; bronquite; falta de ar; braquialgia.

14. Kufang (E14)

Localização: uma costela abaixo do ponto Qihu (E13), entre o espaço da primeira e da segunda costela, na linha mamária.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,3-0,5 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: bronquite; nevralgia intercostal.

15. Wuyi (E15)

Localização: segundo espaço intercostal, na linha mamária.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,3-0,5 tsun, ou obliquamente,

0,5-1 tsun; moxa, 10-20 minutos.

Indicações: bronquite; nevralgia intercostal; urticária; inchaço do corpo; dermatite.

16. Yingchung (E16)

Localização: segundo espaço intercostal, na linha mamária.

Aplicação: agulhar, 0,3-0,5 tsun; moxa, 10-15 minutos.

Indicações: asma; bronquite; nevralgia intercostal; dor na região mamária; eólica intestinal.

17. Ruzhong (E17)

Localização: no centro do mamilo.

Aplicação: contra-indicação de agulha ou moxa.

18. Rugen (E18)

Localização: no espaço do quinto intercostal abaixo do mamilo, na linha mamária.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,3-0,5 tsun, ou obliquamente para o lado do corpo, 0,5-0,8 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: mastite; distúrbio da lactação; nevralgia intercostal.

19. Buron (E19)

Localização: 2 tsun no lado do Jujue (RM14), na borda da costela, 6 tsun acima da linha horizontal do umbigo.

Aplicação: agulhar, obliquamente (para cima e para o lado), 0,5-0,8 tsun; moxa, 10-15 minutos.

Indicações: dor de estômago; gastrectasia; náusea e vômito; nevralgia intercostal.

20. Chengman (E20)

Localização: 5 tsun acima do umbigo e 2 tsun ao lado da linha média na linha lateral do músculo reto-abdominal.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5-1 tsun; moxa, 15 minutos.

Indicações: gastrite; eólica intestinal; epigastralgia; distensão abdominal; dispepsia; eólica biliar; icterícia.

21. Liangmen (E21)

Localização: 4 tsun acima do umbigo e 2 tsun ao lado da linha medial na linha lateral do músculo reto-abdominal.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5-1 tsun; moxa, 15 minutos.

Indicações: gastralgia; úlcera gástrica ou duodenal; diarréia; eólica intestinal.

22. Guanmen (E22)

Localização: 3 tsun acima do umbigo e 2 tsun ao lado da linha medial na linha lateral do músculo reto-abdominal.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5-1 tsun; moxa, 15 minutos.

Indicações: distensão abdominal; diarréia; borborigmo; anorexia.
23. Taiyi (E23)

Localização: 2 tsun acima do umbigo, ao lado do músculo retoabdominal.

Aplicação: igual ao do ponto Guanmen (E22).

Indicações: igual a Guanmen (E22).

24. Huaromen (E24)

Localização: 1 tsun acima do umbigo, ao lado do músculo retoabdominal.

Aplicação: igual à do ponto Guanmen (E22).

Indicações: rigidez da língua; náuseas e vômito; distúrbio gastrointestinal; comportamento maníaco; esterilidade; dismenorréia.

25. Tianshi (E25)

Localização: 2 tsun ao lado do ponto Mu do intestino na linha lateral do músculo recto-abdominal.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5-1,5 tsun; moxa, 15-20 minutos.

Indicações: gastroenterite aguda ou crônica; disenteria; diarréia alérgica; borborigmo; náuseas e vômito; distensão abdominal; constipação; ascite; apendicite; anexite; dismenorréia.

26. Wailing (E26)

Localização: l tsun abaixo do umbigo, 2 tsun ao lado da linha medial, na borda lateral do músculo reto-abdominal.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5-1 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: eólica abdominal; dismenorréia.

27. Daju (E27)

Localização: 2 tsun abaixo do umbigo e 2 tsun ao lado da linha medial na borda lateral do músculo recto-abdominal.

Aplicação: igual à do ponto Wailing (E26).

Indicações: cólica intestinal; constipação; distensão abdominal; cansaço e preguiça do corpo; insônia; distúrbio de micção.

28. Shuidao (E28)

Localização: 3 tsun abaixo do umbigo e 2 tsun ao lado da linha média, na borda lateral do músculo reto-abdominal.

Aplicação: igual à do ponto Wailing (E26).

Indicações: nefrite; cistite; distúrbio urogenital; prolapso anal; dismenorréia; anexite.

29. Guilai (E29)

Localização: 4 tsun abaixo da linha horizontal do umbigo e 2 tsun ao lado da linha medial do corpo, na borda lateral do músculo reto-abdominal.

Aplicação: igual à do ponto Wailing (E26).

Indicações: dismenorréia; amenorréia; menorragia; anexite; infecção urogenital; hérnia; eólica abdominal ou urogenital; dor no pênis; esterilidade.

30. Qichong (E30)

Localização: na linha horizontal suprapúbica, 2 tsun ao lado da linha medial, na borda lateral da região púbica.

Aplicação: agulhar, 0,3-0,5 tsun; moxa, 10-15 minutos.

Indicações: dor nos órgãos genitais; distúrbio urogenital; hérnia; dismenorréia; esterilidade.

Meridiano Estômago 2

31. Biguan (E31)

Localização: no encontro das linhas da espinha ântero-superior ilíaca e infrapúbica, entre o músculo tensor da fáscia lata e o músculo sartório.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5-1,5 tsun; moxa, 10-20 minutos.

Indicações: tendinite da coxa; hemiplegia; paralisia da perna.

32. Futu (E32)

Localização: 6 tsun acima da patela, no lado do músculo reto-femural.

Aplicação: agulhar, 0,5-1 tsun.

Indicação: dor na coxa; fraqueza da perna; hemiplegia; urticária.

33. Yinshi (E33)

Localização: 3 tsun acima da borda superior da patela, na lateral do tendão do músculo quadríceps da coxa.

Aplicação: agulhar, 0,5-1 tsun; moxa, 10-15 minutos.

Indicações: dor no joelho e na perna; paralisia da perna; edema da perna.

34. Liangqiu (E34): ponto de Xi

Localização: 2 tsun acima da borda superior da patela, na lateral do tendão do músculo quadríceps da coxa.

Aplicação: igual à do ponto Yinshi (E33); moxa, 10-20 minutos.

Indicações: artrite ou periartrite no joelho; dor na perna; mastite; gastrite; enterite; apendicite.

35. Dubi (E35)

Localização: na fossa lateral do tendão da patela abaixo da rótula.

Aplicação: agulhar, obliquamente, 0,5-1 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: artrite; periartrite; tendinite no joelho; distúrbio de função do músculo do esfíncter anal.

36. Zusanli (E36): ponto Ho pertence ao elemento Terra

Localização: 3 tsun abaixo da patela entre o músculo da tíbia anterior e o músculo extensor longo dos dedos.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5-1 tsun; moxa, 10-15 minutos.

Indicações: indigestão; dispepsia; gastrite; dor de estômago; disenteria; náuseas e vômito; distensão abdominal; constipação; enterite; paralisia na perna; paralisia facial; epilepsia; rinite; faringite e para fortalecimento geral.

37. Shangjuxu (E37)

Localização: 3 tsun abaixo de Zusanli (E36), no lado anterior lateral do músculo da tíbia.

Aplicação: agulhar, 0,5-1 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: dor de estômago; enterite; diarréia; dor no intestino grosso; apendicite; edema nas pernas e nos joelhos; paralisia das pernas.

38. Tiaokou (E38)

Localização: 8 tsun abaixo do joelho, 2 tsun abaixo do ponto

Shangjuxu (E37), no lado do músculo anterior da tíbia.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5-1,5 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: paralisia das pernas; dor nas pernas; frieza nas pernas; epigastralgia; eólica abdominal; diarréia; dor nos ombros; amigdalite.

39. Xiajuxu (E39)

Localização: 1 tsun abaixo do ponto Tiaokou (E38).

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5-1 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: eólicas abdominais e epigástrica; disenteria; paralisia das pernas; dor nos seios; dor no cotovelo.

40. Fenglong (E40): ponto Lo

Localização: 8 tsun abaixo do joelho; 0,5 tsun ao lado do ponto

Tiaokou (E38), na borda lateral do músculo extensor longo dos dedos.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5-1 tsun; moxa, 10-15 minutos.

Indicações: asma; tosse com muito catarro; tontura ou vertigem; constipação; edema nas pernas; pernas adormecidas ou paralisadas; hemiplegia; dor de cabeça; amigdalite; apoplexia e hipertensão.

41. Jiexi (E41): ponto Jing pertence ao elemento Fogo; ponto de Mãe

Localização: no ponto médio dorsal do tornozelo acima do ligamento cruciato, entre os tendões do músculo extensor hallux longo e o extensor longo dos dedos.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5-1 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: dor de cabeça frontal; tontura; inchaço no rosto; distensão abdominal; constipação; diarréia; torção no tornozelo; perna e pé adormecidos.

42. Chongyang (E42): ponto Yuan

Localização: 1,5 tsun abaixo do ponto Jiexi (E41), no lado da artéria, onde passa a artéria dorsal do pé.

Aplicação: moxa, 10-15 minutos.

Indicações: dor no pé; dor de dentes; gengivite; anorexia; epilepsia; inchaço no rosto.

43. Xiangu (E43): ponto Shu, pertence ao elemento Água

Localização: na depressão entre o segundo e o terceiro metatarso, próximo da junta metatarso-falangeal, no lado do músculo interósseo dorsal.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,3-0,5 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: inchaço no rosto; conjuntivite; eólica abdominal; ascite; hipertranspiração nocturna; dor no lado dorsal do pé; dor na palma da mão; amigdalite; metatarsalgia; bocejo.

44. Neiting (E44): ponto Ying pertence ao elemento Água

Localização: entre o segundo e o terceiro dedos do pé, na frente das juntas metatarso-falangianas.

Aplicação: agulhar, 0,3-0,5 tsun.

Indicações: dor de dentes; epistaxe; amigdalite; faringite; artrite da junta têmporo-mandibular; distensão abdominal; eólica do intestino; disenteria; dismenorréia; bocejo.

45. Lidui (E45): ponto Jin pertence ao elemento Metal; ponto de Filho

Localização: 0,1 tsun no lado da esquina lateral do leito ungueal do segundo dedo do pé.

Aplicação: agulhar, para sangrar, ou obliquamente, 0,1-0,2 tsun.

Indicações: gengivite; amigdalite; hepatite; paralisia facial; epistaxe; rinite; excesso de sonhos; comportamento maníaco.

Meridiano Intestino Grosso – Medicina Tradicional Chinesa (MTC).

Postado em

INTESTINO GROSSO

1. Shangyang (IG1): ponto Jin pertence ao elemento Metal

Localização: no lado radial do dedo índex, 0,1 tsun posterior e radial no leito ungueal.

Aplicação: agulhar, 0,1-0,2 tsun ou deixar sangrar uma a duas gotas.

Indicações: furunculose no rosto; amigdalite; dor de dentes; apoplexia; coma; glaucoma; dor no ombro; dedos adormecidos.

2. Erjian (IG2): ponto Ying pertence ao elemento Água; ponto de Filho

Localização: no lado radial do dedo índex, na depressão distai da junta metacarpo-falângica.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,1-0,3 tsun.

Indicações: epistaxe; dor de dentes; amigdalite; faringite; bursite de ombro; febre.

3. Sanjian (IG3): ponto Shu pertence ao elemento Madeira

Localização: no lado dorsal da mão, no lado radial do segundo metacarpo, na depressão atrás da segunda junta metacarpo-falângica.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,3-0,7 tsun.

Indicações: laringite; amigdalite; dor de dentes; trigeminalgia; dor no olho; bursite de ombro; tendinite de cotovelo; boca seca; língua amarela; falta de apetite.

4. Hegu (IG4): ponto Yuan

Localização: no lado dorsal da mão, entre o primeiro e o segundo osso metacarpo no meio do primeiro músculo interósseo dorsal; ao abrir o polegar e o dedo indicador, no meio da linha entre a junção do primeiro e do segundo osso metacarpo, o ponto médio da borda da palma, ou quando fecha a mão, entre o primeiro e o segundo metacarpo, o ponto mais alto em cima do

Músculo interósseo.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5-1 tsun; moxa, 10 minutos

Indicações: dor de cabeça; dor de dentes; amigdalite; faringite; rinite; epistaxe; asma; bronquite; paralisia facial; dor no braço e ombro; gripe; hipoidrose ou hiperidrose; insônia; nervosismo; zumbido ou distúrbio do ouvido; escabiose.

5. Yangxi (IG5): ponto Jing pertence ao elemento Fogo

Localização: no lado dorso-radial do punho, um pouco distai do osso rádio, onde há depressão entre os tendões do músculo extensor curto e longo do polegar, ao esticar e abrir o polegar.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,3-0,5 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: dor de cabeça; conjuntivite; zumbido; distúrbios do ouvido; dor de garganta; amigdalite; dor de dentes; dor no punho e na mão.

6. Pienli (IG6): ponto Lo

Localização: 3 tsun acima do Yangxi (IG5), no lado dorso-radial do antebraço, do músculo adutor longo do polegar e tendão do músculo extensor curto do carpo-radial.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,3-0,7 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: amigdalite; zumbido; distúrbios do ouvido; epistaxe; dor de dentes; paralisia facial; dor nos ombros e nos braços,

7. Wenlu (IG7): ponto Xi

Localização: 5 tsun acima do punho, no lado dorso-radial do antebraço, entre o músculo adutor longo do polegar e músculo extensor curto do carporadial.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5-1 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: dor de dentes; furunculose no rosto e braços; amigdalite; dor no braço; estomatite; parotite; glossite; inchação no rosto.

8. Xialian (IG8)

Localização: 4 tsun abaixo do cotovelo, no lado dorso-radial do antebraço, entre o músculo extensor carpo-radial longo e o músculo extensor carporadial curto.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5 -1 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: dor de cabeça; tontura; dor no antebraço; dor de barriga (ao redor do umbigo); pleurite; mastite; hematúria (cistite).

9. Shanglian (IG9)

Localização: 3 tsun abaixo do cotovelo, no lado dorso-radial do antebraço, no meio do músculo extensor carpo-radial longo (Fig. 10).

Aplicação: agulhar, 0,5-1 tsun; moxa, 15 minutos.

Indicações: dor de cabeça; dor no ombro e no cotovelo; dor de estômago; dor no intestino (borborigmo); membros adormecidos; hemiplegia.

10. Shousanli (IG10)

Localização: 2 tsun abaixo do cotovelo, no lado dorso-radial do antebraço entre o músculo extensor carpo-radial longo e o músculo braquiorradial.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5-1 tsun; moxa, 15 minutos.

Indicações: dor de dentes; parotidite; rinite; furunculose; carbunculose; mastite; hemiplegia; dor no cotovelo, braço e ombro; tremor nos braços; distensão abdominal; diarréia.

11. Quchi (IG11): ponto Ho pertence ao elemento Terra; ponto de Mãe

Localização: no lado radial do cotovelo, no músculo braquiorradial; ao dobrar o cotovelo, na depressão radial no fim da linha cubital.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 1,2-1,5 tsun; moxa, 20 minutos.

Indicações: dor no cotovelo (tennis elbow); dor no ombro; dor no joelho; paralisia no braço; hemiplegia; febre; hipertensão; amigdalite; pleurite; dermatite; eczema; gengivite; tuberculose; pneumonia; conjuntivite; dismenorréia; reumatismo.

12. Zhouliao (IG12)

Localização: em cima do epicôndilo lateral do úmero, no lado do osso, 1 tsun acima do Quchi (IG11).

Aplicação: agulhar, 0,5-1 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: dor no cotovelo e no braço; sonolência.

13. Wuli (IG13)

Localização: no lado ântero-radial do úmero, 3 tsun acima do cotovelo, no ponto inicial do músculo braquiorradial, ao lado do músculo tríceps do braço.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,3-0,7 tsun (evitar lesar a artéria e os nervos); moxa, 10-20 minutos.

Indicações: dor no braço; dor no cotovelo; braquialgia.

14. Binao (IG14)

Localização: abrange o lado lateral e um pouco do radial do braço, no ponto distal do músculo deltóide, 3 tsun abaixo do ponto Jianyu (IG15).

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5 tsun; moxa, 15-20 minutos.

Indicações: dor no ombro e no braço; furunculose.

15. Jianyu (IG15)

Localização: em cima do ombro, na borda lateral do acrômio, há duas depressões; este ponto fica na depressão anterior.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5-1,5 tsun; moxa, 10-15 minutos.

Indicações: bursite de ombro; hemiplegia; urticária; furunculose.

16. Jugu (IG16)

Localização: na depressão entre a borda superior e posterior da junta acrômioclavicular e a espinha da omoplata.

Aplicação: agulhar, 1-1,2 tsun.

Indicações: tendinite; bursite de ombro.

17. Tianding (IG17)

Localização: 1 tsun abaixo do ponto Futu do pescoço (IG18). Na borda posterior do músculo esterno-clidomastóideo.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5-1 tsun; moxa, 10-20 minutos.

Indicações: faringite; amigdalite; inflamação das cordas vocais (voz rouca).

18. Futu (IG18)

Localização: na linha da borda inferior da cartilagem da tiróide, a 3 tsun da linha central, no lado do músculo esterno-clidomastóideo.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,3-0,5 tsun.

Indicações: tosse; laringite; faringite; amigdalite.

19. Holiao (IG19)

Localização: 0,5 tsun no lado do ponto Renzhong (DM26).

Aplicação: agulhar, 0,3-0,5 tsun.

Indicações: epistaxe; obstrução nasal; rinite; paralisia facial.

20. Yingxiang (IG20)

Localização: no ponto de encontro da linha inferior do nariz e da linha nasolabial.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,3-0,5 tsun ou obliquamente para cima (súpero-medial), 0,3-0,7 tsun.

Indicações: rinite; sinusite; paralisia facial; distúrbio olfativo; eólica biliar.

Meridianos de Acupunctura do Pulmão

Postado em

MERIDIANO PULMÃO
1. Zhongfu (P1)

Localização: no lado ântero-lateral do peito, abaixo do ponto Yunmen (P2), (fossa entre a clavícula e o ombro), no espaço entre a primeira e a segunda costela, 6 tsun do lado da linha média do corpo.

Aplicação: agulhar, 0,3-0,5 tsun; moxa, 15-20 minutos.

Indicações: tosse; falta de ar, dispnéia; asma; bronquite; dor no ombro; tuberculose; nevralgia intercostal.

2. Yunmen (P2)

Localização: no lado ântero-lateral do peito, na fossa triangular abaixo do encontro da clavícula e do aerônio do ombro.

Aplicação: agulhar, 0,3-0,5 tsun; moxa, 15 minutos.

Indicações: tosse; asma; dor no peito e no ombro.

3. Tianfu (P3)

Localização: no lado medial do braço, 3 tsun abaixo da linha axilar; no lado radial do músculo bíceps do braço, 6 tsun acima do cotovelo.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5-1 tsun.

Indicações: asma; epistaxe; dor no braço.

4. Xiapai (P4)

Localização: no lado medial do braço, no lado radial do músculo bíceps do braço; 1 tsun abaixo do ponto Tianfu (P3).

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5-0,8 tsun; moxa, 15 minutos.

Indicações: tosse; falta de ar; nevralgia intercostal; taquicardia; dor no braço.

5. Chize (P5): ponto Ho pertence ao elemento Água

Localização: na linha média do cúbito do lado medial do cotovelo. No lado do tendão do músculo bíceps braquial.

Aplicação: agulhar, 0,3-0,5 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: tosse; bronquite; amigdalite; pneumonia; pleurite; tuberculose pulmonar; dor no ombro, braço e peito; dor no joelho.

6. Kongzui (P6): ponto Xi

Localização: no lado medial do antebraço, 7 tsun acima do punho no lado ulnar do músculo braquiorradial e acima do músculo pronador.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5-1 tsun; moxa, 20 minutos.

Indicações: tosse; dor de garganta; amigdalite; dor de cabeça (frontal); dor no antebraço; voz rouca; tuberculose pulmonar; hemorróidas.

7. Lieque (P7): ponto Lo

Localização: no lado medial do antebraço, 1,5 tsun acima da linha do punho entre os tendões do músculo adutor longo do polegar e do músculo extensor longo carpo-radial.

Aplicação: agulhar, obliquamente para cima ou perpendicularmente, 0,2-0,3 tsun; evitar a artéria; moxa, 10 minutos.

Indicações: dor de cabeça (frontal); rigidez da nunca; tosse; asma; paralisia facial; dor no antebraço e mão; dor no peito.

8. Jingqu (P8): ponto Jing pertence ao elemento Metal

Localização: no lado medial, uma tsun acima da linha do punho, no lado medial do processo estilóideo-radial, no lado da artéria.

Aplicação: agulhar, 0,1-0,2 tsun; evitar a artéria.

Indicações: tosse; dor no peito; dor de garganta; dor no punho.

9. Taiyuan (P9): ponto Shu pertence ao elemento Terra

Localização: no lado medial e radial, no fim da linha do punho, entre os tendões do músculo adutor longo do polegar, e músculo extensor largo carporadial.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,1-0,3 tsun; evitar a artéria.

Indicações: asma; tosse; tuberculose pulmonar; dor no peito e mamas; amigdalite; dor no braço.

10. Yuji (P10): ponto Ying pertence ao elemento Fogo

Localização: no lado palmar, acima da junta do primeiro metacarpo digital, entre as peles escura e clara.

Aplicação: agulhar, 0,3-0,7 tsun.

Indicações: tosse; asma; hemoptise; amigdalite; faringite; voz rouca; dor no peito; dor no punho.

11. Shaoshang (P11): ponto Jin pertence ao elemento Madeira

Localização: no lado radial da unha do polegar, 0,1 tsun acima do leito ungueal.

Aplicação: agulhar, para sangrar uma a duas gotas.

Indicações: amigdalite; coma; epistaxe; palotilite; diarréia crônica infantil.

Fonte; A “Organização Mundial de Saúde” (WHO, 2002) publi…

História da Terapia Holística

Postado em

terapias-holisticas-22
Os Terapeutas Holísticos, preferem ter seu símbolo completamente diferente  do da Medicina, pois dizem querer expressar o ser humano ao todo e não limitado. As terapias holísticas levam ao ser humano a cura na união entre:
“Homem, alma e natureza”.

A medicina usa o símbolo do caduceu de Mercúrio da mitologia Greco Romana, fato este não aconselhável pelos Terapeutas Holísticos e seus Conselhos no uso do mesmo.

O Holus (do Grego=Totalidade), representa fielmente, a terapia Holística da representação unificadora entre Terapia Chinesa, Terapia Indiana, Terapia Egípcia, Terapia Japonesa, Terapia Mesopotâmica e outras correntes ancestrais.

Somando as variadas denominações como: Acupunturistas, Terapeutas Florais, Filósofos Clínicos, Fitoterapeutas, Cromoterapeutas, Terapias corporais, Quiropraxistas, Terapeutas ortomoleculares, Reiki e etc.

“Em todo lugar, e em todas as épocas, sempre existiram Terapeutas Holísticos.” (paráfrase sobre texto de 1986, do historiador alemão Werner Jaeger, uma das maiores autoridades na Grécia Clássica)

Na Idade da Pedra o ser humano já possuía por analise do ambiente que o cercava certas propriedades naturais da terapia Holística.

A imagem considerada mais antiga sobre um Profissional da Terapia  é datada entre  15.000 a 10.000 a.c. Pintada no Templo de Trois Frères (Caverna Templo) no sul da França.

Podemos estudar as primeiras escolas de terapia holística na Mesopotâmia e Egito, tratando de condutas aos profissionais da terapia, fato este que indicou o caminho á atual Medicina.

Um Médico não é Terapeuta Holístico, pois esta ciência é muito antiga e deve se agregar um conhecimento além da matéria. Para o Profissional de medicina é necessário adentrar em cursos específicos e registros oficiais de associações e conselhos de Holísticos.

Algumas Terapias Holísticas:

É necessário procurar um profissional Holístico para tais fins, registrado em seu conselho de Terapia Holística, pois qualquer indicação seja “ natural” ou explanação de termos sem estudos, podem resultar em consequências graves.

Procure um Profissional, para indicar as terapias ditas a seguir:

Alimentoterapia= Uso de suplementos alimentares para tratamento de doenças.

Apiterapia= Uso terapêutico dos produtos de criação de abelhas (mel, própolis e etc).

Terapia chinesa= técnicas de origem chinesa

Chi Kung= Técnica respiratória chinesa

Cristaloterapia= Trabalho terapêutico com cristais e pedras

Fitoterapia= Uso de ervas medicinais terapêuticas para tratamento saudável

Jim Shin Jistsu= Técnica japonesa com as pontas dos dedos em certos locais do corpo

Acredita-se, que práticas de Terapias holísticas, são anteriores á própria existência do Ser Humano, os animais procuravam elementos da natureza para manterem sua saúde, animo e etc.

Uma Profissão que mescla todos os campos vibracionais e naturais, merecedores de respeito por sua sabedoria e Historia.

Anthony Mohammad
Gazeta de Beirute

TENDINITE – TRATAMENTO PELA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA.

Postado em Atualizado em

images
A Tendinite é, tal como as outras condições médicas que terminam em “ite”, um tipo de inflamação, especificamente de um tendão.

Os tendões são bandas flexíveis de tecido fibroso que se encontram entre os músculos e os ossos. Quando os músculos se contraiem, os tendões recebem essa pressão e puxam os ossos de forma a criar movimento. Os tendões aguentam bastante pressão mas se esta for demasiado forte ou se ocorrer subitamente, podem surgir pequenos “rasgões” no tecido do tendão. Esta lesão é detectada pelo sistema imunológico, que aumenta o fluxo de sangue à zona afectada, de forma a iniciar o processo de cura da lesão. A inflamação e a dor daí decorrente decorre deste processo. Quando um tendão se encontra inflamado e não consegue exercer eficazmente a sua função, sentimos dor e a nossa capacidade de movimento fica comprometida.
Embora a Tendinite possa surgir em qualquer tendão do nosso corpo, as áreas mais afectadas são os ombros, os pulsos, os cotovelos, joelhos e calcanhares.

São várias as situações que podem provocar uma Tendinite: traumas físicos, repetição constante de determinados movimentos (frequente em determinadas profissões e desportos), doenças reumatológicas e do sistema imunitário, bem como infecções. Esta condição médica pode acontecer em qualquer idade, sendo no entanto mais frequente nas pessoas de meia-idade, devido ao processo natural de envelhecimento, que vai retirando elasticidade aos tendões, tornando-os mais susceptíveis a sofrer micro-lesões.

Se não for tratada a Tendinite pode evoluir para situações crónicas e prejudicar seriamente as tarefas essenciais do dia-a-dia, por isso.  Eletroacupuntura, Moxabustão, Ventosa-terapia, massagens e alongamentos, estudo com atletas mostra alívio completo da dor em 74,1% dos casos, é um tratamento rápido de fácil execução e de baixo custo. Portanto se você tem este problema procure o quanto antes um bom Terapeuta.