intestino delgado

10 remédios caseiros para a síndrome do intestino irritável

Postado em

Beber muito café e comer muitos alimentos crus, (frutas e os vegetais crucíferos) ou produtos lácteos podem agravar o problema.

Se você está tendo dificuldades para lidar com o IBS, você pode encontrar alívio usando alguns remédios caseiros fáceis e naturais.

Aqui estão os 10 remédios caseiros para a síndrome do intestino irritável

 

1. Iogurte
Iogurte contém ‘culturas vivas’ e é um remédio popular para IBS relacionada a diarréia.

Culturas vivas são bactérias amigáveis que fornecem uma camada de proteção nos intestinos e ajudam a gerar ácido láctico e a expulsar as toxinas bacterianas do corpo.

Você pode comer iogurte, puro ou fazer um smoothie. Tome algumas várias vezes ao dia até que você note a melhora na sua condição.

Como alternativa, misture meia colher de chá de casca de psyllium ou Isabgol (disponível em drogarias) a um copo de iogurte. Coma uma hora após o seu almoço e jantar. Repita diariamente, até que haja melhora.

 

2. Semente de Linhaça
Linhaça é uma boa fonte de fibra dietética necessária para a passagem rápida e abrangente de produtos residuais.

Além disso, a linhaça é um bom fornecedor de ácidos graxos omega-3 essenciais que são conhecidos para apoiar o sistema imunológioc e o digestivo.

Tanto a constipação como a diarréia podem ser tratadas com linhaça.

Coma uma colher de sopa de semente de linhaça com água, uma vez por dia.

Como alternativa, adicione uma colher de chá de semente de linhaça para uma xícara de água fervente. Aguarde por 5 a 10 minutos e depois beba este chá de ervas antes de ir para a cama.

Beba diariamente para manter seu estômago limpo e livre de gases. Você também pode misturar uma colher de sopa de linhaça em um copo de água e deixá- la descansar por duas a três horas.

Beba esta água diariamente antes de dormir para manter os movimentos intestinais suaves.

 

3. Hortelã
A hortelã reduz os sintomas da SII como cólicas, distensão abdominal e diarréia. Um estudo publicado no Jornal Médico Britânico descobriu que a fibra, antiespasmódicos e o óleo de hortelã são muito eficazes no tratamento da síndrome do intestino irritável.

Menta contém óleo de mentol, que tem um efeito antiespasmódico sobre a musculatura lisa do trato digestivo, ajudando a aliviar o inchaço, a dor e espasmos intestinais de gases. Além disso, a hortelã pode ajudar os alimentos passarem facilmente pelo estômago.

Adicione duas ou três gotas de óleo de hortelã para um quarto de xícara de água morna. Beba três ou quatro vezes por dia. Continue até que haja uma melhoria na sua condição. Além disso, você pode adicionar uma colher de chá de hortelã seca para uma xícara de água fervente.

Deixe em infusão por 10 minutos. Beba este chá duas ou três vezes ao dia.

Nota: Se for tomado em quantidades excessivas, a hortelã pode causar náuseas, perda de apetite, problemas cardíacos e distúrbios do sistema nervoso.

 

4. Sementes de erva-doce
Sementes de erva-doce podem aliviar os espasmos intestinais e a distensão abdominal comumente associado com a IBS. Além disso, elas desempenham um papel fundamental na eliminação de gorduras do sistema digestivo, inibindo assim a produção excessiva de muco no intestino que contribui para a IBS.

Adicione metade ou uma colher de chá de sementes de erva-doce triturada para uma xícara de água fervente. Deixe em infusão por 10 minutos e desfrute o seu chá de ervas. Você pode tomar este chá duas ou três diariamente para prevenir, bem como reduzir os sintomas da SII.

Como alternativa, você pode tomar meia colher de chá de pó de sementes secas de erva doce assadas duas vezes ao dia com água morna.

 

5. Gengibre
Gengibre pode reduzir os gases e o inchaço, portanto, é frequentemente recomendado para o tratamento da SII. O gengibre também reduz a inflamação nos intestinos e relaxa os músculos intestinais.

Adicione meia colher de chá de gengibre fresco ralado em uma xícara de água quente. Deixe em infusão por 10 minutos, retire o gengibre e adicione um pouco de mel e em seguida beba o chá. Você pode beber chá de gengibre duas ou três vezes por dia para aliviar cólicas e dores abdominais.

Alternadamente, você pode ralar um pedaço pequeno de gengibre e adicionar uma colher de chá de mel para ele. Coma essa mistura antes do seu almoço e jantar para livrar-se de diarréia, bem como melhorar seu processo digestivo.

Nota: Aqueles que sofrem de pressão alta não devem usar remédios de gengibre para IBS.

 

6.Suco de couve
Suco de couve é um outro remédio muito eficaz para quem sofre de IBS e de constipação. O suco de couve crua tem enxofre e cloro que ajudam a limpar profundamente a mucosa do e do trato intestinal.

O suave efeito laxante da couve torna os movimentos intestinais suaves e mais fáceis de passar, bem como mantém o corpo hidratado.

Lave uma couve fresca e corte em pedaços pequenos. Coloque as folhas em um espremedor ou liquidificador para fazer o suco de couve fresca. Beba meio copo do suco por vez, três a quatro vezes em um dia. Você deve beber o suco assim que começar a ter prisão de ventre.

Nota: Em algumas pessoas, o suco de couve pode causar inchaço e flatulência.

 

7. Aveia
Comer farelo de aveia diariamente dará ao seu corpo a fibra necessária e reduzirá os sintomas da SII em grande medida.

Quando você comer farelo de aveia, as fezes se tornaram macias e passarão facilmente e sem dor. Além disso, ela tem antioxidantes, proteínas, cálcio, ferro, tiamina, fósforo, riboflavina, magnésio e zinco.

Adicione uma colher de sopa de farelo de aveia para seus cereais nos lanches diários. Também, você pode misturar uma parte farelo de aveia com duas partes de água e cozinhar por alguns minutos. Então coma como mingau de aveia.

Você também pode adicionar uma colher de sopa de farelo de aveia ao iogurte, smoothie ou uma salada.

Nota: Quando você começar a comer farelo de aveia, você pode ter gases e inchaço, mas estes sintomas diminuirão quando o corpo se ajustar a ele.

 

8. Camomila
A propriedade antiespasmódica, bem como a alta quantidade de taninos presentes na camomila pode fornecer grande alívio dos sintomas da IBS como da diarréia. Além disso, a camomila reduz a inflamação nos intestinos e alivia espasmos abdominais.

Coloque duas ou três colheres de chá de flores de camomila secas em uma xícara de água fervente. Deixe em infusão por cerca de 15 minutos. Coe e adicione um pouco de suco de limão.

Beba este chá de ervas, cerca de três vezes ao dia.

 

9. Bananas
Bananas frescas e maduras são um fruto nutritivo que ajudam a aliviar os sintomas da SII. Você pode comer bananas para tratar a diarréia, porque as fibras solúveis da banana ajudam a absorver o líquido nos intestinos. Além disso, o potássio presente no banana alivia o inchaço e o gases.

Coma uma ou duas bananas maduras diariamente para manter um sistema digestivo saudável e prevenir a IBS. Se você está tendo diarréia, amasse uma banana madura e misture uma colher de chá de polpa de tamarindo e uma pitada de sal. Coma duas vezes ao dia até parar a diarreia.

 

10. Cenouras
As cenouras são uma boa fonte de pectina, o que pode ajudar a prevenir os sintomas da SII, bem como tratar a diarréia e a constipação.

Coloque algumas cenouras frescas em um espremedor para extrair o suco. Adicione algumas gotas de suco de limão e um pouco de mel para o suco. Beba várias vezes ao dia, até você notar melhora.

Você também pode misturar cenoura macia, cozida no liquidificador com um pouco de água para fazer purê. Adicione um pouco de sal e coma meia xícara de purê de cenoura várias vezes ao dia.

Nota: Evite comer cenouras cruas, se ela provocar dor de estômago.

Se você sofre de outros problemas de saúde, é essencial falar com seu médico antes de tentar qualquer um desses remédios em casa.

Além disso, você precisa seguir uma rigorosa dieta e estilo de vida saudável diariamente para manter sob controle os sintomas da SII.

 

 

Anúncios

Meridiano do Intestino Delgado – Medicina Tradicional Chinesa (MTC).

Postado em

Meridiano INTESTINO DELGADO
1. Shaoze (ID1): ponto Jin pertence ao elemento Metal
Localização: no lado ulnar do dedinho da mão, 0,1 tsun ao lado ulnar do leito ungueal.

Aplicação: agulhar 0,1 tsun, ou por punção, para sangrar uma a duas gotas.

Indicações: dor de cabeça; rigidez e dor na nuca; dor de garganta; pterígio; surdez; epistaxe; dor e paralisia do dedinho e antebraço; mastite; falta de leite pós-parto; apoplexia; mania.
2. Quiangu (ID2): ponto Ying pertence ao elemento Água

Localização: no lado ulnar do dedinho da mão, na frente da junta metacarpofalangeal, entre as peles clara e escura.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,1-0,3 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: dor de cabeça; occipitalgia; dor na nuca; dor nos olhos; pterígio; zumbido; epistaxe; sinusite; dor de garganta; dor no braço; epilepsia; mastite; falta de leite pós-parto.

3. Houxi (ID3): ponto Shu pertence ao elemento Madeira; ponto de Mãe

Localização: no lado ulnar da mão, atrás da junta metacarpo-falangeal do quinto dedo, entre as peles clara e escura.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,2-0,3 tsun; moxa, 10-15 minutos.

Indicações: conjuntivite; pterígio; epistaxe; rigidez e dor na nuca; occipitalgia; dor nas costas; adormecimento no dedinho da mão; dor na perna; zumbido; surdez; epilepsia; transpiração noturna; malária.

4. Wangu (mão) (ID4): ponto Xuan

Localização: no lado ulnar da borda da mão, na depressão entre os ossos quinto metacarpo e triquetro.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5-1 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicação: artrite no braço, mão e dedos; dor de cabeça e nuca; rigidez na nuca; zumbido; pterígio; febre e icterícia.

5. Yanggu (ID5): ponto Jing pertence ao elemento Fogo

Localização: no lado ulnar do punho, na depressão entre o pisiforme e o processo estilóide ulnar.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,3-0,5 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: dor de dentes; dor de garganta; gengivite; estomatite; artrite no têmporo-mandibular; zumbido; surdez; distúrbio mental.

6. Yanglao (ID6): ponto Xi

Localização: na fossa formada entre o dedão, o músculo carpo-ulnar e o processo estilóide ulnar.

Aplicação: agulhar, perpendicular ou obliquamente, 0,2-0,3 tsun; moxa, 15 minutos.

Indicações: distúrbio da visão; paralisia no braço e mão; dor lombar; torsão no tornozelo.

7. Zhizheng (ID7): ponto Lo

Localização: 5 tsun acima do punho, no lado ulnar do músculo extensor carpo-ulnar.

Aplicação: agulhar 0,3-0,8 tsun; moxa, 15 minutos.

Indicações: rigidez na nuca; dor de cabeça; dor no braço e dedos; tontura; distúrbio mental.

8. Xiaohai (ID8): ponto Ho pertence ao elemento Terra; ponto de Filho

Localização: na fossa entre o olecrânio e o epicôndilo medial do úmero na borda lateral do nervo radial.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,2-0,3 tsun; moxa, 15 minutos.

Indicações: dor de cabeça; tontura; dor de dentes; gengivite; dor no ombro, braço, antebraço e mão, no lado ulnar.

9. Jianzhen (ID9)

Localização: na região póstero-inferior da junta dos ombros, no lado pósteroinferior do músculo teres maior; ao se colocar o braço perpendicularmente ao tronco, o ponto fica no lado póstero-inferior do ombro, l tsun acima do ponto no fim da linha axilar.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5-1,5 tsun; moxa, 15 minutos.

Indicações: bursite no ombro; dor no braço; zumbido; surdez; braquialgia.

10. Naoshu (ID10)

Localização: no lado posterior da junta do ombro, na borda do osso espinhaescapular, em cima do músculo deltóide.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5-1 tsun; moxa, 15 minutos.

Indicações: bursite no ombro; -braquialgia; hemiplegia; hipertensão.

11. Tianzong (ID11)

Localização: no centro da fossa infra-escapular entre o músculo infraescapular, com Naoshu (ID10) e Jianzhen (ID9) forma um triângulo equilátero.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5-1 tsun; moxa, 15 minutos.

Indicações: braquialgia; dor no ombro, peito e costa; mastite; falta de leite pós-parto; tosse.

12. Binfeng (ID12)

Localização: na fossa supra-escapular no ponto médio da linha entre os pontos

Quyuan (ID13) e Jugu (IG16), no lado superior do músculo supra-espinhoso.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5-1 tsun; moxa, 15 minutos.

Indicações: tendinite; bursite do ombro; braquialgia.

13.Quyuan (ED13)

Localização: na borda superior da espinha-escapular onde há uma grande curva, mais ou menos no ponto equidistante entre o ponto Binfeng (ID12) e a borda medial da escapular dentro dos músculos supra-espinhoso e trapézio.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5-1 tsun; moxa, 15 minutos.

Indicações: tendinite ou bursite no ombro; braquialgia.

14. Jianwaishu (ID14)

Localização: 3 tsun laterais da linha central da vértebra; no nível horizontal da borda inferior do processo espinhoso da primeira vértebra dorsal.

Aplicação: agulhar 0,5-1 tsun; moxa, 15 minutos.

Indicações: dor na nuca; torcicolo agudo ou crônico; dor nas costas e ombros; braquialgia.

15. Jianzhongshu (ID15)

Localização: 2 tsun para o lado da linha da espinha, ao nível da sétima vértebra cervical, no lado do músculo levator escapular.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,5-1 tsun; moxa, 15 minutos.

Indicações: dor e rigidez na nuca, costa e ombro; torcicolo; bronquite; asma.

16. Tianchuang (ID16)

Localização: na borda posterior do músculo esterno-clidomastóideo, ao nível da borda inferior da cartilagem tiróide.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,3-0,6 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: torcicolo; dor e rigidez na nuca; dor de garganta; zumbido.

17. Tianrong (ID17)

Localização: no lado anterior do músculo esterno-clidomastóideo, na borda póstero-inferior do ângulo mandibular.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,3-0,6 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: amigdalite; laringite; parotidite; voz rouca; dor na nuca; zumbido; surdez.

18. Quanliao (ID18)

Localização: na borda inferior do processo do osso zigomático maxilar no nível inferior do nariz e na linha vertical da comissura lateral da pálpebra.

Aplicação: agulhar, perpendicularmente, 0,3-0,5 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: trigeminalgia; dor de dentes; paralisia facial.

19. Tinggong (ID19)

Localização: na frente do ouvido, na depressão logo atrás da junta mandibular quando a boca está aberta.

Aplicação: agulhar 0,5-1 tsun; moxa, 10 minutos.

Indicações: zumbido; surdez; otite; voz rouca; afasia.

Os 5 Sistemas Excretores, os 5 Sentidos e os 5 Sabores

Postado em

excretor1

Na Alimentação Desintoxicante, a principal proposta é a prática do “banho interno DIÁRIO”. Um hábito de vida, divertido e sábio, independente do fato de sermos jovens ou não, magros ou não, vegetarianos ou não, cultos e poderosos ou não. Nesta prática há um foco proposital no favorecimento do “alívio” e limpeza dos 5 sistemas excretores de seus venenos e toxinas.

Tais 5 sistemas excretores são: Fígado e Vesícula, Intestinos Delgado e Grosso, Pele, Pulmões e Rins.

E, tais toxinas, que são inerentes ao corpo humano, estão hoje em níveis exacerbados e abundantes devido aos agitados contextos da vida moderna. Lembrar que toxinas sempre estarão presentes no metabolismo humano, seja por: 1) geração espontânea (endógena), 2) ingestão, 3) inalação, 4) injeção ou 5) penetração cutânea (exógenas).

Entretanto, o favorecimento diário da “desintoxicação e alívio” destes 5 sistemas excretores, apesar de uma compreensão imediata e óbvia de seus benefícios, guarda desdobramentos para a plena saúde física, emocional, psicológica e espiritual que ainda não temos a sua total extensão.

Para refletirmos e chegarmos um pouco mais perto da significância desta “limpeza interna diária” que é a Alimentação Desintoxicante, recorro aos conhecimentos da milenar Medicina Tradicional Chinesa (MTC).

A partir deste conjunto de ensinamentos, pude observar uma ligação mágica entre os 5 Sistemas Excretores, os 5 Sentidos, que são manifestações que comprovam que o Ser está vivo, encarnado; como também com os 5 Sabores, cuja percepção é feita pelas papilas gustativas, localizadas na língua que guarda uma ligação absolutamente estreita com o Coração, a Mente e o Cosmos.

Os papéis que jogam os Órgãos e Vísceras, entre eles os excretores

Segundo a MTC – ver tabela a seguir – são considerados Órgãos: o Coração, o Fígado, os Pulmões, os Rins, o Baço e o Pericárdio.

São consideradas Vísceras: a Vesícula Biliar, o Intestino Delgado, o Intestino Grosso, o Estômago e a Bexiga.

Para a MTC os Órgãos são Yin, não têm contato com o exterior, são maciços e têm como funções fabricar e armazenar as Substâncias Fundamentais, enquanto que as Vísceras são Yang, ocas, têm contato com o exterior e impulsionam as substâncias.

Os principais representantes dos Sistemas Excretores foram grifados, mas segue abaixo uma breve descrição, segundo os ensinamentos da MTC sobre cada um dos órgãos e vísceras do organismo humano.

CORAÇÃO: tem como função fazer circular o Sangue dentro dos Vasos. Manifesta-se na face, abre-se na língua (papilas degustativas), abriga a Mente (a boca é um local de consciência e de extrema importância nas atividades mentais) e guarda o Espírito. Sua emoção é a alegria, controla a sudorese, a coerência da fala, o sono e os sonhos.

FÍGADO: tem como função armazenar o Sangue, manter o livre fluxo de Qi (energia vital) e controlar os tendões. Manifesta-se nas unhas e joelhos. O fígado é responsável pela visão física e metafísica. Sua emoção é a raiva, a ira e também auxilia o controle dos sonhos.

VESÍCULA BILIAR: acoplada ao fígado, é oca e tem a forma de uma cápsula. Armazena e excreta a bile. Controla a coragem e a força de vontade.

BAÇO: tem como função produzir a transformação e transporte dos alimentos para serem absorvidos, por isso exerce papel importante na formação do Sangue e de Qi (energia vital). Mantém o Sangue dentro dos vasos sanguíneos impedindo os extravasamentos, domina as carnes e os músculos, abre-se na boca e manifesta-se nos ábios, responsável pelo paladar. Sua emoção é a preocupação.

PULMÃO: é responsável por dominar o Qi (energia vital) e controlar a respiração. Distribui Qi e Líquidos Orgânicos para todo o corpo, abre-se no nariz, manifesta-se na pele, controla a força da voz, responsável pelo olfato. Sua emoção é a tristeza.

RIM: é responsável por armazenar a nossa Essência e controlar o crescimento, desenvolvimento e a reprodução. Domina o metabolismo da água, recebe Qi do Pulmão, domina os ossos, os dentes, produz a medula e manifesta-se nos cabelos, sua abertura para o exterior é a orelha, responsável pela audição e domina os orifícios inferiores. Sua emoção é o medo.

INTESTINO DELGADO: as suas principais funções são receber, transformar e absorver os alimentos e separar o puro do impuro. Um verdadeiro cérebro, tem a inteligência de separar o que será nutrição e enviar para o Sangue, o que será excreto e liberar para o Intestino Grosso.

INTESTINO GROSSO: as suas principais funções são eliminar as fezes e absorver a água excessiva originária da formação das fezes.

Os 5 Sentidos e os 5 Sabores

A Mente (Shen) além de ser responsável pelas atividades mentais é também responsável pelos órgãos e vísceras do sentido. O sistema Coração (Xin) – Mente (Shen) com sua função de impulsionar o Sangue para nutrir todas as estruturas e de ser a “morada” da Mente (Shen), atuam em conjunto sobre cada órgão/víscera segundo cada especificidade.

Assim o sistema Fígado é responsável pelo sentido da visão (olhos) que necessita de Sangue limpo e saudável para ser nutrido e da Mente para reconhecer os estímulos visuais.

O sentido da audição (ouvidos) pertence ao sistema Rim que também necessita de Sangue limpo e saudável para sua nutrição e da Mente para o reconhecimento auditivo.

O sentido do olfato (nariz) pertence ao sistema Pulmão que desintoxica pela expiração (gás carbônico e outros gases, além de venenos/excessos dissolvidos nos de vapores d’água da expiração) e renova o Sangue com os “novos ares” de uma respiração plena e saudável, para sua nutrição e da Mente para o reconhecimento olfativo.

O sentido do tato (pele) necessita da cognição e da organização das sensações aos estímulos externos, pode-se dizer que pertence aos sistemas Coração/Intestino Delgado e Pulmão/Intestino Grosso que necessitam de Sangue limpo e saudável, além de alimentos biogênicos e bioativos (mais integrais, crus e frescos) para serem nutridos e da Mente para terem os respectivos estímulos reconhecidos.

O sentido do paladar cuja língua na anatomia da MTC é considerada o “broto do Coração (Xin)”. E um fato que nos sugere muita reflexão e estudo: na língua é onde encontram-se as papilas degustativas dos 5 sabores: adocicado, salgado, ácido, picante e amargo. Ou seja, ter as papilas degustativas, “acordadas” e tonificadas com o estímulo de todos os 5 sabores é um conhecimento milenar, muito usado pelas composições alimentares sugeridas pelas medicinas mais antigas da humanidade que são a MTC e a Auyrvédica.

Uma breve reflexão

Ter os 5 sistemas excretores sempre “aliviados” e acordados, tem o poder de nos levar ao uso dos 5 sentidos com mais precisão, nos colocando numa condição mais meditativa ou de “estado de alerta”. Ou seja, o uso pleno dos 5 sentidos nos coloca numa condição de Seres mais vivos e despertos.

E, fazer uso adequado e equilibrado dos 5 sabores em nossa alimentação diária, também pode nos ajudar em todo este processo.

Aliás, um organismo desintoxicado percebe melhor os 5 sabores e deseja fazer uso diário de todos eles com moderação, pois os estímulos às papilas degustativas não depende de quantidade, mas de qualidade. E lembrando: nas papilas degustativas encontra-se o “o broto do Coração”.

Uma curiosidade: a Terapia Floral, que usa a parte mais essencial de uma planta, as flores, para tratar a alma humana, usa a língua como local de administração.

tabela555-p

Pode-se observar a amplitude de toda esta integração refletindo sobre a tabela abaixo:

Nota: o sabor adstringente está inserido em todos os sabores, não só para favorecer
a percepção de cada um deles, mas também para permitir a integração de todos.
Texto extraído do livro Alimentação Desintoxicante – Conceição Trucom – editora Alaúde.